IDEFLOR-Bio abre inscrições para atividades da Semana do Meio Ambiente 2022

  • 23/05/2022
  • 0 Comentário(s)

IDEFLOR-Bio abre inscrições para atividades da Semana do Meio Ambiente 2022

As atividades serão realizadas
nos dias 2 e 4 de junho, no Parque
Estadual do Utinga “Camillo Vianna”

20/05/2022 09h30 - Atualizada em 20/05/2022 11h41

Foto: Kleber José Jr / IDEFLOR-BioO Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-Bio) realizará, até o próximo dia 29 de maio, as inscrições para participar das atividades da programação especial alusiva à Semana do Meio Ambiente 2022 com o tema “Uma só Terra, um só Ambiente". As inscrições estão abertas para a Trilha Sensorial - “Sentindo a Natureza”, para pessoas com deficiência visual e baixa mobilidade física; Observação de Aves: “Vamos Passarinhar na Trilha Yuna” e “Treinamento de aves para reintrodução na natureza”.

As atividades serão realizadas nos dias 2 e 4 de junho, no Parque Estadual do Utinga “Camillo Vianna”, em Belém. A inscrição é gratuita, on-line e pode ser realizada no site do Ideflor-Bio (www.ideflorbio.pa.gov.br), que emitirá e-mail, com informações de cada atividade.

A Semana do Meio Ambiente 2022 será realizada entre os dias 1º e 05 de junho, de forma integrada com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e grupos organizados da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), do programa de Educação Tutorial em Engenharia Florestal (PET/Florestal), Grupo de Estudos em Solos e Meio Ambiente (GESMA), formado por acadêmicos da área das Ciências Agrárias e afins, e Grupo de Estudos de Animais Selvagens (GEAS).

Foto: Kleber José Jr / IDEFLOR-BioComo parte da programação haverá circuito educativo nas Unidades de Conservação (UCs), corrida, caminhada, passeio ciclístico, exposições, atrações infantis, musicais, Feira da Biodiversidade, circuito sobre Sistemas Agroflorestais (SAFs), entre outras. As atividades irão ocorrer em espaços como o Parque do Utinga, estendendo-se ao Refúgio de Vida Silvestre Metrópole da Amazônia (REVIS), Porto Futuro e Parque da Residência.

Para participar da corrida, caminhada e passeio ciclístico o interessado deve primeiro preencher a ficha de pré-inscrição através do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdBuIDK6zX5xxSAI6Xor2TdM4VYJ4W2QIXd2a3BminvC20VFQ/viewform

Um e-mail será enviado para confirmar a inscrição, orientar sobre dia e horário da largada de cada modalidade e tipos de alimento para cada grupo silvestre. Para validar a inscrição, o servidor deverá entregar a ração no prédio Sede da Semas (travessa Lomas Valentinas, 2.717), entre os dias 30 de maio e 03 de junho, no horário de 9h às 16h. Na entrega, a pessoa receberá um kit da competição contendo camisa, sacola e pulseira do evento. 

Trilha Sensorial

Foto: Kleber José Jr / IDEFLOR-BioAs vagas para a Trilha Sensorial “Sentindo a Natureza'' são limitadas a 50 pessoas. O percurso será de 260 metros, na trilha Patauá, no Parque do Utinga. A área será sinalizada com cordas nas laterais, e receberá também informações em braile. Durante o trajeto os participantes terão contatos com cerca de 10 tipos de plantas, que serão sinalizadas, permitindo aos participantes sentir o aroma e texturas das folhas e caules.

A Trilha Sensorial tem como objetivo proporcionar às pessoas com deficiência visual e de baixa mobilidade física vivenciar o meio ambiente por meio dos sentidos táteis, auditivos e olfativos, permitindo aos participantes conhecer a biodiversidade do Parque do Utinga.

A ação será coordenada por técnicos do Instituto e instrutores da Amazônia Aventura, que receberam treinamento específico para acompanhar o público alvo.

Observação de aves

Na modalidade Observação de Aves: “Vamos Passarinhar na Trilha do Yuna”, as vagas são limitadas a 20 vagas para comunidade. O percurso dentro da Unidade de Conservação será na Trilha da Yuna, que possui extensão de mil metros e tempo estimado de 45 minutos. A atividade será conduzida por um biólogo e um técnico em Gestão Ambiental do IDEFLOR Bio.

A observação de aves é praticada desde o século (XVIII), na Inglaterra, por apreciadores de pássaros. No estado do Pará podemos encontrar 937 espécies, segundo a plataforma de pesquisa (Wikiaves, 2021).Observar aves ajuda entender a importância da preservação ambiental em todas suas formas, contribui também de forma prática para Educação Ambiental e ajuda a minimizar o estresse.

Treinamento de aves

Para o “Treinamento de aves para reintrodução na natureza”, estão disponíveis 15 vagas. Os inscritos terão a oportunidade de conhecer o projeto de Reintrodução e Monitoramento das Ararajubas (Guaruba guarouba) em Unidades de Conservação da Região Metropolitana de Belém. O processo de adaptação e técnicas utilizadas para a reintrodução no habitat natural das aves serão demonstrados aos participantes por técnicos do IDEFLOR-Bio.

Foto: Kleber José Jr / IDEFLOR-BioAntes da soltura, as aves são monitoradas no viveiro de ambientação do Parque do Utinga por biólogos do IDEFLOR-Bio e da Fundação Lymington, parceira do projeto. Durante o monitoramento, as aves passam por processo de adaptação, com treinamento de voo, defesa de predadores, exercícios para ganho de musculatura e alimentação com frutos, sementes e flores nativas. O projeto iniciou em janeiro de 2018, e já reintroduziu 37 ararajubas em seu habitat natural.

Por Aldirene Gama (IDEFLOR-BIO)



#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Vou Voltar Para Casa

Josinei Melo

top2
2. Não Desanime

Gleyson Kelvenys

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes